Treinamento Básico ou Como os Gatos Aprendem

Referências


Se você quer treinar o seu gato a sentar, ficar e saltar, talvez seja melhor você ter um cão. Se você quer treinar o seu gato para se "empoleirar" habilmente no banheiro para fazer suas necessidades, talvez este artigo também não seja para você. Este artigo é para todos aqueles que ficariam felizes em treinar seus gatos para usar a caixinha higiênica ao invés de usar os acolchoados, armários ou sapatos. Ele é para os donos que ficariam felizes em treinar seus gatos a usar o arranhador ao invés dos seus alto-falantes. Se você admira o seu gato por ser um gato e você quer que ele se comporte como um gato normal, mas bem comportado, este artigo é para você.

Antes de começar a treinar o gato a fazer alguma coisa ou a parar de fazer alguma coisa, é preciso saber como os gatos aprendem. Eles não entendem Português, não sabem ler e nem vão à conferências. Eles aprendem por experiência. Se a experiência é boa, eles tentarão repeti-la. Eles se sentem bem ao limpar as unhas na mobília, então eles continuarão fazendo isso. Mas é um choque quando eles colocam o nariz numa chama de vela, então, eles não farão isso de novo.

A chave para o treinamento é ter certeza que o que quer que seja que você queira que o seu gato faça será excessivamente e agradavelmente recompensado. Aquilo que você não quiser que o seu gato faça, nunca deve ser recompensado ou ser divertido, na verdade, deve ser desagradável! 

Algumas vezes nós recompensamos nossos gatos sem querer por comportamentos errados. Uma reclamação comum é que o gato sobe no dono às cinco da manhã, fica miando durante uma tempestade e geralmente se torna um "pestinha". O que os donos fazem? Eles se levantam e alimentam o gato, brincam com ele ou o deixam sair. O gatinho aprendeu que com esse comportamento ele consegue exatamente o que ele quer. (Aguarde novos artigos nesta página).

Muitos donos ficam frustrados porque eles não podem pegar o gato "na cena do crime", então, ao invés disso, eles mostram ao gato a evidência (geralmente uma mancha no carpete ou pedaços de uma cortina rasgada) e brigam com o gato naquele momento. Um treinamento comum (mal) praticado é agarrar o gato, mostrar a mancha no tapete, e então o levar para o caixinha higiênica e o forçar a cavar nela. O que o gato aprende é que ser pego pelo dono é uma experiência ruim e que a caixinha higiênica é uma câmara de tortura. Geralmente é difícil, se não impossível, pegar o gato no ato porque a maioria dos gatos já aprenderam que ser pego não é boa coisa.

Reprimendas simplesmente não funcionam quando se está treinando o gato. Se você pegar o filhote no ato, ele só vai se portar mal quando você não estiver por perto. Se você punir o gato depois, ele não irá associar a reprimenda com a travessura. Em qualquer dos dois casos, o mal comportamento continua. Alguns gatos se comportam mal apenas para ganhar atenção e a atenção é uma recompensa suficiente para fazer com que o filhote continue do mesmo jeito: mal comportado. Então, o que se pode fazer? 

Se você não quer que aconteçam problemas, ou quer mudar os maus hábitos do filhote, as respostas são as mesmas. Abaixo, três planos de treinamento:

Primeiro: Pare com todas as reprimendas e punições, não importa o que seu gato faça.
Segundo: Fique de olho no filhote até que ele tenha o comportamento que você quer que ele aprenda, assim ele pode ser recompensado. 
Terceiro: Fique de olho no ambiente onde ele vive, de forma que aqueles comportamentos que você não quer que ele aprenda não sejam recompensados.
Mais detalhes:

1. Pare com todas as broncas. Se concentre em fazer com que o relacionamento entre vocês seja divertido, agradável e interessante. Algumas vezes só essa mudança no convívio já resolverá seu problema. Os gatos são conhecidos por se tornarem ativos e destrutivos quando entediados. Sessões diárias de brincadeiras e massagens de relaxamento ajudam a deixar o filhote mais calminho. Gatos que se sentem negligenciados freqüentemente deixarão de usar a caixinha higiênica. Se você se programa para ter um tempo regular de convívio com o gato, para lhe dar atenção individual e jogar com ele, até mesmo os problemas relacionados à caixinha higiênica podem desaparecer quase do dia para a noite.

2. O método mais eficaz de treinar um gato é através das recompensas, então o segundo passo é montar um ambiente para o gato para obter sucesso. Isto dará a você a oportunidade de recompensar e agradar seu gato pelo seu bom comportamento.

Vamos pegar como exemplo o treinamento da caixa higiênica. O sistema físico do gato é muito regular. Se você controla a "entrada", você também controla a "saída". Os filhotes devem ser alimentados em horários fixos para que ele também tenha horários fixos para fazer suas necessidades. Ajuste a hora dele comer para que você esteja presente quando chegar a hora dele fazer as necessidades. Por volta de 15 minutos antes, quando você percebe que ele precisa ir no banheiro, leve-o até a caixa higiênica. Como vocês dois estão presos juntos no quarto onde a caixa higiênica fica, ele não terá a opção de ir para o tapete da sala ou para a sua cama e fazer as coisas lá. Sua única saída é a caixa higiênica. Quando ele a usar, o agrade e o elogie muito! Dê a ele um petisco do qual ele goste para mostrar que ele teve um bom comportamento. Até que você tenha certeza que o treinamento para se usar a caixa higiênica tenha tido sucesso, não deixe ele ter livre acesso pela casa quando ele estiver com a bexiga e os intestinos cheios. (Aguarde novos artigos nesta página).

3. O terceiro passo é criar um ambiente para o gato para que o seu mau comportamento não tenha uma experiência agradável. Vamos tomar como exemplo o arranhador. Enquanto você ensina ao filhote que  arranhar o poste (arranhador) é divertido, você também precisa fazer  com que a mobília da casa não seja atrativa para essa função. Ao invés de você falar para ele evitar a mobília, deixe que ela mesma fale para o gato ficar longe dela. Você só precisa descobrir algo de que o gato não goste. Cada gato é diferente um do outro. Entretanto, a maioria dos gatos não gosta de ser impedidos de afiar as unhas quando estão arranhando, então você poderia tentar colocar uma tela de alumínio ou fita adesiva sobre a mobília (onde ele arranha). Alguns gatos não gostam de sentir a chapa de alumínio ou a fita adesiva. Repelentes de mentol ou de cheio cítrico repelem alguns gatos. Uma vez que o seu gato perceba que esses lugares não são legais de arranhar, e quando ele usa o arranhador ele tem uma sensação agradável, o problema de arranhar em lugares inadequados irá desaparecer. (Aguarde mais artigos nesta página). 

Talvez você queira treinar o seu gato a saltar através de um aro, talvez você só quer que ele pare de escalar as cortinas de casa. Qualquer que seja o caso, lembre-se que os gatos aprendem melhor pelo uso de recompensas, agrados, elogios e reforço positivo. Trabalhe para obter sucesso com seu gato. E será muito mais divertido quando o treinamento for bom para você e seu gato.

Referências

Perfect Paws